Aproveitando todo o potencial do Xbox RGH (2023)

O título desse post deveria ser “Como obter 4 gerações de console em apenas um”. O Xbox tem um potencial incrível de entretenimento, mas mais incrível ainda é que a Microsoft o deixe bloqueado para certas funcionalidades. Acho que eles ganhariam muito mais dinheiro permitindo que os usuários aproveitassem ao máximo aquilo pelo qual eles pagaram do que continuar nessa briga eterna com os pirateadores. Mas é graças a eles que existe o Reset Glitch Hack, ou simplesmente RGH. Com ele, é possível elevar o Xbox a um novo nível de entretenimento de jogos (fora o que pode ser feito com vídeos, músicas, etc., que não vou entrar no mérito).


Algumas lojas já estão trabalhando com essa opção de desbloqueio, que envolve colocar um chip na placa mãe que emitirá um pulso elétrico, gerando uma “falha” que permitirá ao Xbox ler uma dashbord alternativa, chamada de Freestyle Dash (FSD). Nela é que será possível fazer coisas incríveis, como por exemplo, ler os jogos diretamente de qualquer HD externo. Não vou entrar nos detalhes técnicos desse desbloqueio, mas quem tiver interesse acha fácil tutoriais pela net.
Antes de falar sobre o potencial do Xbox com RGH instalado, vamos aos “materiais” necessários:

– Xbox 360 com desbloqueio RGH (óbvio);
– Um HD Externo de qualquer marca com a Freestyle instalada e configurada (aconselha-se acima de 500 GB de espaço);
– Um HD externo para Xbox oficial da Microsoft (pode ser o tamanho mínimo, servirá para colocar os DLCs e será necessário para rodar jogos de Xbox 1);

E aqui alguns programas úteis, que você facilmente encontrará para baixar em vários sites:

– Xbox Iso Extract: serve para converter a ISO do jogo no formado GOD (Games on Demand);
– Yaris: serve para desbloquear DLCs e passar jogos XBLA de demo para full;
– Genesis Plus 360: emulador de Mega Drive;
– Z26x: emulador de Atari;
– Arquivo “Compatibility” para rodar jogos do Xbox clássico;

Bem, vamos começar de trás para frente, ou seja, da última geração para a mais antiga.

1. Jogos Xbox 360 e XBLA:
Para rodar os jogos do Xbox na Freestyle, você deverá colocá-los em um HD Externo. O primeiro passo é baixar o arquivo de imagem do jogo (.iso) no seu PC, que você acha nos sites de downloads e torrents da vida. Uma vez de posse da .iso, o próximo passo será extraí-la, usando o programada Xbox Iso Extract. É de fácil uso, bastando apenas selecionar a pasta de origem e a pasta de destino. Dependendo do jogo pode demorar um pouco, mas vale a pena, pois diminuirá consideravelmente o tamanho: de 7gb por exemplo, tem jogo que fica com 4, às vezes até 2gb. Em seguida, é só copiar a pasta do jogo para seu HD Externo.
Crie uma pasta “Jogos” ou “Games” na raiz do seu HD. Depois vá na Freestyle, em configurações, “Manage Game Paths”. Basta colocar o caminho da pasta no seu HD que irá reconhecer. Pronto, basta ir no menu “Xbox 360” e aproveitar. Às vezes ocorre do nome do jogo ficar estranho, mas basta renomeá-lo. Jogos com mais de um DVD aparecerão repetidos. Por exemplo, Max Payne 3 tem 2 DVDs, logo aparecerá duas vezes. Também é possível conectar-se à internet e ir na opção “refresh artwork” para baixar as capas dos jogos. A última versão da FSD vem com opção de visualização de capas em 3d.
O mesmo vale para jogos XBLA – Xbox Live Arcade. São aqueles joguinhos que a Microsoft vende pela Live, como Sonic 4, I am Alive, etc. Também há vários jogos antigos que foram convertidos para XBLA, como Doom, Duke Nukem, Marvel vs. Capcom e por aí vai. Quando você baixar os jogos, geralmente eles vêm com um código na pasta ao invés do nome do jogo. Todos os jogos XBLA começam com “584…” alguma coisa. Crie uma pasta na raiz do HD chamada “XBLA” e jogue essa pasta “584…” dentro de XBLA.
Novamente, vá em “Manage Game Paths” para que a Freestyle possa achar os jogos, que aparecerão no menu “Xbox Live Arcade”. Existem packs de jogos para baixar via torrent que trazem mais de 400 jogos para se divertir. A maioria já vem desbloqueado, mas se você baixar por exemplo uma “compilation”, como era o caso de Limbo / Xplosion Man / Trials HD, eles geralmente vêm como demo. Aí basta usar o programa Yaris para converter para full antes de copiar para o HD.

2. DLC´s
DLC significa “Downloadable Content”. São conteúdos extras dos jogos que as companhias disponibilizam, sejam pagos ou gratuitos. Personagens extras em jogos de luta, ou missões extras em jogos de ação e aventura, por exemplo. Novamente, você pode baixar através de sites ou torrent. Depois, desbloqueio-os pelo Yaris. Há a opção de desbloquear por outro programa, o XM360, mas esse você tem que instalar no próprio Xbox.
Feito isso, pode copiar pra uma pasta temporária no HD, mas esse não vai ficar no HD. Teremos que copiar os DLC´s para a pasta do jogo no próprio Xbox. Assim como XBLA, os DLCs vêm em pastas com códigos. Essa pasta deve ser copiada para a pasta Content/000000000000 que fica no HDD1 do xbox. Você pode fazer isso via File Manager. Depois, é interessante que, conectado à internet, você vá nas opções do jogo e em “Manage Updates”, já que alguns títulos precisam de atualizações (Title Updates – TU) para rodar as DLCs. Aí é só entrar no jogo e se divertir.

3. Xbox 1
Sempre bom lembrar que o Xbox clássico tinha muitos dos jogos que rodavam em PC, ou equivalentes no PS2, então é como rodar os jogos da década passada/retrasada também. O processo é basicamente o mesmo que o do Xbox 360: baixar o jogo, extrair a iso (alguns já vem até extraídos), jogar no HD e “patchear”. Porém, a Microsoft, que não é boba nem nada, exige que se tenha seu HD Externo oficial acoplado ao Xbox para que os jogos clássicos funcionem. Tendo o HD, basta jogar o arquivo “Compatibility” hackeado no HDDX.
Os jogos de Xbox 1 aparecerão no menu “Xbox Classic”, mas nem todos são compatíveis. Há uma lista dos jogos que rodam na wikipedia, então é bom dar uma conferida nessa lista antes de sair baixando:

4. Emuladores da Segunda Geração (Mega Drive, Snes, etc…):
Há uma ampla gama de emuladores que você pode baixar para se divertir. As ROM´s são as mesmas que rodam em qualquer plataforma. Então, se você é fã de Mega Drive, por exemplo, basta baixar o Genesis Plus (que é o emulador de Mega para Xbox), jogar numa pasta “Emuladores” do seu HD Externo e “patchear”. Os emuladores aparecem no menu “Homebrew”. Você pode jogar as ROMs nessa mesma pasta e se divertir. Esse emulador de Mega, no entanto, ainda não consegui fazer funcionar os 6 botões ou jogar em 2 players.

5. Emulador de Atari:
O z26x é, na verdade, um emulador para Xbox Clássico. Então, quando você jogar ele no seu hd externo (junto com as roms, obviamente), ele aparecerá no menu “Xbox Classic”, como se fosse um jogo qualquer. Ao entrar nele, você será direcionado a um menu onde poderá selecionar as roms. Fácil, fácil.
Há ainda a opção de baixar a “Atari Anthology”, também para o Xbox 1, mas eu não acho que valha muito a pena, pois nela existem “só” 82 jogos e neles ainda nem estão inclusos clássicos como River Raid, Enduro, Frostbite, Keystone Crapers, Freeway, X-Man, entre outros.

Em suma, o Xbox 360 permite que você tenha pelo menos quatro gerações de console dentro dele:
– Atari;
– Mega Drive / Snes / etc.;
– Xbox 1;
– Xbox 360 / XBLA;

Dá um certo trabalhinho se inteirar em como as coisas funcionam, daí o motivo desse tutorial. Mas não é nada desesperador. Espero que tenham curtido. Boa diversão!

Top Articles
Latest Posts
Article information

Author: Ms. Lucile Johns

Last Updated: 02/01/2024

Views: 5867

Rating: 4 / 5 (41 voted)

Reviews: 80% of readers found this page helpful

Author information

Name: Ms. Lucile Johns

Birthday: 1999-11-16

Address: Suite 237 56046 Walsh Coves, West Enid, VT 46557

Phone: +59115435987187

Job: Education Supervisor

Hobby: Genealogy, Stone skipping, Skydiving, Nordic skating, Couponing, Coloring, Gardening

Introduction: My name is Ms. Lucile Johns, I am a successful, friendly, friendly, homely, adventurous, handsome, delightful person who loves writing and wants to share my knowledge and understanding with you.